SXSW | As primeiras opiniões sobre “Jogador Nº1”

Otavio Almeida 12 de março de 2018 0
SXSW | As primeiras opiniões sobre “Jogador Nº1”

A aguardada adaptação de Steven Spielberg para “Jogador Nº1”, livro de Ernest Cline, teve sua primeira exibição mundial nesta segunda-feira no festival SXSW, em Austin, Texas.

Entre críticos, blogueiros, e o diretor Robert Rodriguez, veja abaixo algumas das primeiras impressões sobre o filme que chega aos cinemas brasileiros em 29 de março:

 

Robert Rodriguez (diretor de “Um Drink no Inferno”, “Machete” e “El Mariachi”)

Jogador Nº 1 é uma diversão clássica de Spielberg. Mal posso esperar para ver novamente. Vale a pena ver diversas vezes. Tem grandes referências, visual impressionante e muito coração. É tão incrível que quebrou as caixas de som.” (em referência a uma falha no som da sala durante a exibição do filme)

Scott Weinberg (Nerdist)

Jogador Nº1 é muito divertido. Para os que estão odiando antes de ver, preparem para ficar decepcionados”

Alicia Malone (Fandango)

“A plateia no SXSW adorou! As referências de cultura pop são muito divertidas e é uma alegria geek ver tudo isso na tela grande. Eu só queria mais do mundo real e mais desenvolvimento de personagens. E eu, definitivamente, recomendo ler o livro antes!”

Eric Kohn (Indiewire)

Jogador Nº1 é como se Spielberg tivesses assistido a vários filmes de Luc Besson e decidiu superá-los. Em termos de espetáculo puro é a coisa mais impressionante que ele já fez. Nunca subestime Steven.”

Eric Davis (Fandango)

Jogador Nº1 é um clássico de Steven Spielberg. Tem as referências, os efeitos ferozes e a ótima trilha sonora de anos 80, claro, mas também tem o charme, o coração e o humor, além de uma trilha fantástica de Alan Silvestri. Eu amei e o público do SXSW também. Fiquem animados!”

Eric Vespe (The Know at Rooster Teeth)

“Spielberg disse que faz filmes como The Post por de trás da câmera. E ele faz algo como Jogador Nº 1 sentado na plateia. É o melhor jeito de resumir este filme”

Brian Tallerico (rogerbert.com)

Jogador Nº 1: Muito, muito, muito bom. Às vezes até demais, o que me deixou pensando que meus filhos vão adorar. É divertido e introgante para quem gosta de ir ao cinema para se divertir.”

Emily Yoshida (Vulture)

Bom, relaxem, por que Jogador Nº 1 será mesmo a melhor coisa do mundo”

Owen Gleiberman (Variety)

“Steven Spielberg transforma o livro Ernest Cline em uma viagem geek que impressiona quando entra em seu mundo virtual, mas nem tanto assim quando estamos no real”.

Deixe seu comentário »