Filmes para ver no cinema em maio

Otavio Almeida 3 de maio de 2018 3
Filmes para ver no cinema em maio

Maio tem atrações imperdíveis no cinema para quem já viu “Vingadores: Guerra Infinita”. Sei que tem o terrorzinho “Verdade ou Desafio”, o remake de “Desejo de Matar”, a desnecessária continuação de “Os Estranhos”, suspense bacana de 2008, e a milésima comédia com Leandro Hassum. Mas vou listar abaixo somente o que acho que vale a pena investir (e não arriscar) seu dinheiro:

3 DE MAIO

Os Fantasmas de Ismael, de Arnaud Desplechin

Ismaël (Mathieu Amalric) é um cineasta abalado por duas décadas graças ao desaparecimento de sua esposa, Carlotta (Marion Cotillard), ele finalmente consegue ter um relacionamento sério com a Sylvia (Charlotte Gainsbourg), com quem está junto há dois anos. Mas é justamente quando Carlotta reaparece. Marion Cotillard e Charlotte Gainsbourg juntas é motivo para ir ao cinema que dispensa explicações.

10 DE MAIO

 

A Noite do Jogo, de Jonathan Goldstein e John Francis Daley

Essa comédia com Rachel McAdams e Jason Bateman parece interessante. É sobre um grupo de amigos que se reúne toda semana para uma noite de jogos, até que numa delas, eles acabam se envolvendo numa trama de assassinato. Ei, quem sabe num tarde daquelas em que você não tem nada para fazer?

17 DE MAIO

 

Deadpool 2, de David Leitch

A esperada sequência da Fox para as aventuras do anti-herói da Marvel (mas não ainda da Marvel Studios) trocou de diretores: saiu o promissor Tim Miller, entrou o ainda mais promissor David Leitch, codiretor de “John Wick”, com Keanu Reeves, e responsável por “Atômica”, com Charlize Theron. Vamos ver no que vai dar, embora o show de Ryan Reynolds esteja garantido. Resta saber se desta vez a plateia se divertirá mais ou tanto quanto o ator principal. Ao menos ele tem o reforço de peso de Josh Brolin, o Thanos de “Vingadores: Guerra Infinita” ataca agora de Cable, outro famoso personagem dos quadrinhos da Marvel.

 

Tungstênio, de Heitor Dhalia

O novo filme do diretor de “O Cheiro do Ralo” e “À Deriva” é uma adaptação da premiada HQ de mesmo nome de Marcelo Quintanilha. A produção tem o roteiro assinado pelo próprio autor do quadrinho em parceria com Marçal Aquino e Fernando Bonassi. Ambientado em paisagens pouco retratadas da cidade de Salvador, o longa acompanha um dia na vida de seus quatro protagonistas. José Dumond interpreta um ex-sargento que tem saudade do quartel. Fabrício Boliveira é o policial Richard e Samira Carvalho estreia no cinema como sua mulher, Keira. O também novato Wesley Guimarães dá vida ao pequeno traficante Caju. O ator Milhem Cortaz participa do filme emprestando sua voz para o narrador da história.

24 DE MAIO

Han Solo: Uma História Star Wars, de Ron Howard

Depois de “Rogue One”, a Lucasfilm aposta em mais “Uma História Star Wars” derivada da saga principal. Desta vez, com um apelo ainda maior; afinal estamos falando das origens de um dos personagens mais queridos da série (numa versão ainda mais jovem do personagem que em sua primeira aparição em “Star Wars: Uma Nova Esperança”). Mas o mercenário, aventureiro e pirata do espaço Han Solo foi imortalizado nas telas por ninguém menos que Harrison Ford, um ícone do cinema e considerado por muitos como o grande astro do século passado. Um problemão ou uma oportunidade de ouro para o novinho Alden Ehrenreich, que teve uma ótima participação em “Ave, César!”, dos Irmãos Coen. Problemão? Antes fosse só isso, porque os diretores originais do filme, os debochados Phil Lord e Chris Miller, foram demitidos (ou saíram por livre e espontânea pressão) graças às famosas diferenças criativas com a chefona da Lucasfilm, Kathleen Kennedy. O certinho, porém competente, talentoso e experiente Ron Howard entrou no lugar da dupla, refilmou muita coisa e entregou na data prevista sem ao menos ameaçar adiar o lançamento devido às confusões. Se teremos um bom filme ou não, pelo menos será um prato cheio para os fãs testemunhar o primeiro encontro de Solo com Chewbacca, a Millennium Falcon e Lando.

 

Tully, de Jason Reitman

A atriz Charlize Theron, a roteirista Diablo Cody e o diretor Jason Reitman repetem a parceria de “Jovens Adultos” em “Tully”. O filme narra o dia a dia de Marlo (Charlize), mãe de três filhos, que ganha a ajuda de uma babá, a tal Tully do título interpretada por Mackenzie Davis. É sempre bom ver o que Jason Reitman pode aprontar, mas há tempos que está devendo. Andou exagerando e filmando qualquer coisa, inclusive o mal resolvido “Jovens Adultos”. Mas começou a carreira com belos filmes como “Obrigado por Fumar”, “Amor sem Escalas” e “Juno”, sendo que esse último também tem roteiro de Diablo Cody, que acabou ganhando o Oscar da categoria. Tomara que “Tully” resgate os bons tempos de seu cinema, que nem faz tanto tempo assim.

3 Comentários »

  1. Paulo Ricardo 3 de maio de 2018 às 3:29 PM -

    Só tem diretor fera nessa lista de lançamentos.Desconhecia o lançamento de “Tungstênio”.Quero conferir a nova parceria de Reitman/Theron/Cody.

  2. Vinícius 7 de maio de 2018 às 9:56 AM -

    Otávio, esses trailers de “Han Solo” tem coisas desanimadoras. Tomara que essa percepção estava equivocada…

  3. Vinícius 7 de maio de 2018 às 9:57 AM -

    Esteja*

Deixe seu comentário »