Oscar | Hollywood reconhece Netflix e Marvel

Otavio Almeida 22 de janeiro de 2019 0
Oscar | Hollywood reconhece Netflix e Marvel

Com as indicações ao Oscar anunciadas nesta terça-feira (veja aqui), a Academia pode ter reconhecido filmes, diretores, atores, atrizes, roteiristas, produtores e tantos outros profissionais que fazem a indústria acontecer. Mas, sobretudo, a Netflix, a maior gigante dos serviços de streaming e os filmes de super-heróis. Ops, corrigindo, a Marvel Studios, que emplacou a primeira indicação de uma produção do gênero ao Oscar de Melhor Filme, Pantera Negra, enquanto a rival DC, com Aquaman, ficou no zero.

A Marvel Studios fecha sua primeira década de existência com Vingadores: Guerra Infinita como um dos principais concorrentes ao Oscar de Efeitos Visuais, categoria que deixou Pantera Negra de fora. E isso quer dizer que dois títulos do estúdio podem ser premiados. Aliás, o selo Marvel também vem forte com o favoritismo de Homem-Aranha no Aranhaverso, da Sony, na categoria de Melhor Animação. Enfim, dez anos levando muita gente aos cinemas e com a saga mais lucrativa da história em eterno andamento, a Marvel Studios só precisava provar à indústria que seus filmes não são alienados.

Não estou dizendo que toda e qualquer produção da Marvel é desligada da realidade ou do que está em discussão no mundo. Mas nada pode ser comparado a Pantera Negra nesses quesitos. Não somente dentro do gênero, mas talvez não exista nenhum outro filme foi capaz de reunir entretenimento com representatividade, diversidade, o perigo do racismo e a relevância de todos esses tópicos para o planeta. Arte, engajamento, diversão e a capacidade de influenciar e tirar dinheiro do público (no bom sentido). Isso é o melhor de Hollywood, meus amigos.

Quanto à Netflix, a marca surgiu como ameaça ao cinema, afinal segura as pessoas em casa e tem a coragem de admitir que sua maior concorrente não é Hollywood, mas Fortnite. Só que, aos poucos, além de investir cada vez mais em filme originais em seu acervo, a Netflix encontrou um meio de amenizar a disputa, agindo conforme as regras, lançando alguns longas também nos cinemas para habilitá-los aos prêmios e, assim, todo mundo ficou feliz. Se alguns festivais espalhados pelo mundo ainda torcem o nariz para a Netflix, Hollywood entendeu de uma vez por todas que essa não é somente a nova casa de Adam Sandler, mas também de filmes de qualidade, como Mudbound no ano passado, que conquistou 4 indicações ao Oscar e, agora, Roma. E as 10 indicações ao filmaço de Alfonso Cuarón já representam um prêmio para a Netflix, embora Roma tenha uma chance enorme de se tornar o primeiro filme de língua não inglesa a vencer na categoria principal. Quer mais? O faroeste The Ballad of Buster Scruggs, primeiro trabalho dos Irmãos Coen lançado com o selo Netflix, recebeu 3 indicações (Roteiro Adaptado, Figurino e Canção).

Não é pouca coisa para duas marcas que vieram para ficar. No mínimo, podemos dizer que Netflix e Marvel Studios são mais amadas por Hollywood que Emily Blunt, não?

Deixe seu comentário »