Apple entra na guerra do streaming

Otavio Almeida 26 de março de 2019 2
Apple entra na guerra do streaming

Não há mais como ignorar o futuro do conteúdo audiovisual. Direto do Steve Jobs Theater, em Cupertino, na Califórnia, a Apple apresentou sua plataforma de streaming, a Apple TV+, nesta última segunda-feira (25). O serviço deve chegar no segundo semestre em mais de 100 países e contará com filmes e séries originais, como o retorno de Amazing Stories, com produção de Steven Spielberg; e The Morning Show, com Reese Whiterspoon, Jennifer Aniston e Steve Carell. Também teremos outros “contadores de histórias mais criativos do mundo”, como reforçou a Apple no evento, como JJ Abrams, Damien Chazelle, Oprah Winfrey, Sofia Coppola e Jason Momoa envolvidos com o conteúdo planejado.

Mas a Apple não entrou para perder na guerra do streaming. A Apple TV+ unirá no mesmo app os serviços da Amazon Prime Video, Hulu, HBO, entre outras. Exceto… Netflix. E, bom, o recado está dado. Ainda mais com o nome de Steven Spielberg entre as atrações.

Você está lembrado que o cineasta ganhou os holofotes de um ano para cá pelo discurso anti-Netflix. Mas, vamos lá, Steven não bateu na Netflix pelo serviço prestado, mas pela defesa da ideia de que seus (bons) filmes, como Roma, deveriam ser indicados ao Emmy, não ao Oscar. Antes que alguém critique o cineasta, lembrem-se que ele está produzindo uma série para a Apple (e uma nova versão de seu sucesso dos anos 80), não filmes. Portanto, sua posição permanece coerente com o que andou dizendo. É claro que sua presença fortalece a Apple, que certamente entrará determinada a lançar produções originais que podem pintar em breve nas premiações de cinema. Mas vamos por partes.

Como demonstrou o CEO da Apple, Tim Cook, a nova plataforma não veio para ser mais uma. Tradicionalmente, a marca não costuma ser pioneira. Mas espera, observa e apresenta historicamente produtos superiores (isso é discutível, eu sei, mas esse é objetivo deles). Ou seja, a Netflix não foi convidada para a festa e, agora, precisa dar o troco (não na gente, claro, embora tenha acabado de aumentar a mensalidade). Ainda mais quando temos também a Disney atacando por todos os lados, inclusive retirando seu conteúdo da Netflix para abastecer seu próprio streaming.

Enfim, como idealizava Steve Jobs, acredito que o futuro chegou. Nas últimas décadas, apesar de empresas visionárias no mercado como Google, Microsoft e Netflix, o futuro nunca chega de fato antes da Apple estar pronta para anunciar suas armas.

Veja bem: enquanto outras plataformas discutem a expansão de seus conteúdos, Tim Cook apresentou também o Apple TV Channels, que reunirá canais de TV como HBO, Showtime, Amazon Prime Video e Hulu no app da Apple TV para funcionar em iPads, Apple TVs, iPhones e Macs.

Fora do assunto Apple TV+, Tim Cook ainda anunciou o Apple Card, um cartão de crédito sem taxas que poderá ser usado por meio do aplicativo Apple Pay, e o Apple Arcade, plataforma de assinatura de games com 100 títulos que podem ser jogados off-line.

Mas voltando para filmes, séries e Netflix, não é somente a líder do streaming que precisa dizer algo novo. Acredito que TVs por assinatura chegaram a um ponto sem volta para não darem de cara com a extinção. E o que dizer da TV aberta? Sabemos que nada acaba de uma hora para outra. Até mesmo as locadoras não fecharam suas portas da noite para o dia. Mas a Apple entendeu e apontou o caminho. Resta saber se outras marcas irão pela mesma estrada. Algumas delas, como a Netflix, precisam reagir logo se quiserem continuar na frente.

Assista abaixo ao vídeo de apresentação:

2 Comentários »

  1. Kamila Azevedo 26 de março de 2019 às 4:30 PM -

    A Apple até demorou a entrar nesses serviços de streaming, na minha opinião. Agora ficou feio pro Spielberg, hein? Entendemos o por quê das críticas dele ao Netflix…

  2. Otavio Almeida 26 de março de 2019 às 7:02 PM -

    Na verdade, Spielberg criticou possíveis indicações ao Oscar para filmes de plataformas de streaming. Para ele, esses filmes deveriam concorrer ao Emmy. Pela Apple, ele produzirá uma série. Bjs

Deixe seu comentário »