Cancelamento do filme “The Hunt” reabre debate sobre arte vs realidade

Otavio Almeida 12 de agosto de 2019 0
Cancelamento do filme “The Hunt” reabre debate sobre arte vs realidade

A Universal cancelou a estreia de The Hunt, filme produzido pela Blumhouse e estrelado por Hilary Swank e Emma Roberts. A campanha de marketing já havia sido suspensa recentemente após tiroteios em massa em Dayton e El Paso, nos EUA, mas o estúdio decidiu que não era mesmo o momento para lançar um thriller sobre pessoas caçadas por atiradores de elite (e por diversão).

Coincidência ou não, a decisão veio depois das críticas do presidente norte-americano Donald Trump à violência nos filmes de Hollywood. No entanto, a Universal emitiu um comunicado que não parece ter ligação com os comentários de Trump: “Continuaremos distribuindo filmes em parceria com criadores visionários e ousados, como os associados a esta sátira social, mas entendemos que agora não é o momento certo para lançar o filme”.

Acho que temos dois pontos nessa discussão. Um deles é que talvez não seja mesmo a hora de lançar um filme com esse tema e não foi a primeira vez que isso aconteceu em Hollywood. É normal e até compreensível que a estreia passe para outro dia, mês ou ano. Por exemplo, o 11 de setembro adiou alguns filmes que nem tinham as Torres Gêmeas. Outros nem mesmo a cidade de Nova York.

O segundo ponto é problemático e bate no cancelamento sem volta. Pior ainda se o motivo for censura. Espero que a Universal reconsidere o lançamento de The Hunt, mas desligar seus aparelhos é um desrespeito, um crime contra a arte e os profissionais que trabalham duro para que ela chegue ao público. O motivo pode ser o reconhecimento artístico ou a oportunidade de colocar um produto à venda para seus consumidores. Não importa! The Hunt precisa ser lançado em breve.

Filmes, games, quadrinhos, livros, peças; a arte em geral reflete nossa sociedade, nosso tempo, nossas dores, medos, governantes, injustiças, preconceitos e a própria violência. A culpa não é da arte, mas de quem permite que coisas ruins sigam acontecendo às pessoas.

Deixe seu comentário »