Streaming da Apple chega ao Brasil em novembro

Otavio Almeida 11 de setembro de 2019 0
Streaming da Apple chega ao Brasil em novembro

A Apple TV+, novo streaming da Apple, chegará ao Brasil no dia 1º de novembro com uma assinatura mensal de R$ 9,90 depois de sete dias gratuitos de teste. O valor é inferior à conta oferecida nos EUA que bateu nos US$ 4,99 (algo em torno de R$ 16,00. Mas quem comprar os novos iPhone, iPad, iPod Touch, Mac ou Apple TV tem direito a um ano de Apple TV+ na faixa. Além disso, a mesma assinatura pode ser compartilhada com outras cinco pessoas. Sim, são condições iniciais, mas que visam a fidelidade de assinaturas a longo prazo.

Em resumo, a Apple entrou com tudo na guerra do streaming. E com um bom preço em comparação ao valor de R$ 12,90 apresentado pelo Disney+ há algumas semanas. Sem falar que os números são iguais ao da Amazon Prime. Isso num mercado dominado até aqui pela Netflix que precisa se mexer, afinal cobra pacotes a partir de R$ 21,90.

Só que ser mais barato não significa necessariamente um produto de qualidade. Mas como sabemos que a Apple quer sempre ser a melhor, não acredito que entraram nesse segmento para louvar um terceiro lugar atrás de Netflix e Disney+. Porém, até o momento, o conteúdo por R$ 9,90 oferece um catálogo muito fraco em termos de apelo e incluo produções originais, como The Morning Show, como Jennifer Anniston e Steve Carell, e See, com Jason Momoa. Por mais que as duas séries sejam boas, será que valem a assinatura? Talvez seja a razão pela qual a Apple chegou com esse preço, pois sabemos muito bem quanto custam seus dispositivos.

Tem o caso da Disney + com material da Marvel, Fox, Lucasfilm, Pixar e investindo pesado em conteúdo original. Tem a Netflix consolidada há alguns anos e a Amazon Prime cobrando a mesma fatura, mas preparando uma série como O Senhor dos Anéis. E ainda tem o HBO Max, com acervo do canal e da Warner. É verdade que o mercado está mudando, mas o consumidor não pagará todas essas assinaturas por inércia. Chega uma hora em que precisamos escolher nosso conteúdo favorito e, por isso, acredito que a Apple deve ter cartas na manga para revelar em breve, porque eles não entram para perder. Esperamos novidades, por exemplo, como as primeiras imagens ou mais informações dos trabalhos de nomes como Steven Spielberg, J.J. Abrams e Damien Chazelle, que foram vinculados à Apple no anúncio da plataforma de streaming em março deste ano.

Deixe seu comentário »